Você está em
Notícias

AMSOP elege comissão de agricultura e meio ambiente com Surdi na vice-presidência

 

Em reunião, no Auditório da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (Amsop), nesta quarta-feira, 24/03, a entidade elegeu o presidente e o vice da Comissão de Agricultura e Meio Ambiente, composta por nove prefeitos.

Foram eleitos, o prefeito de Vitorino, Marciano Vottri, como presidente, e o prefeito de Bom Jesus do Sul, Hélio Surdi, como vice-presidente da Comissão, para o período 2021-2024. "A vocação do nosso Sudoeste é extremamente agrícola e os municípios da região também têm dificuldades em comum na pauta do meio ambiente. Certamente, pretendo buscar soluções e alternativas, sempre em união com os demais prefeitos, para beneficiar todos os municípios do Sudoeste do Paraná", declarou o presidente da Comissão.

A Comissão de Agropecuária e Meio Ambiente da Amsop é composta pelos prefeitos Marciano Vottri (Vitorino), Clóvis Cucolotto (São João), Hélio Surdi (Bom Jesus do Sul), Disnei Luquini (Ampére), Luciano Dias (Honório Serpa), Valmor Felipe Junior (Flor da Serra do Sul), Jorge Santin (Barracão), Jandir Bandeira (Coronel Domingos Soares) e Sérgio Faust (Nova Prata do Iguaçu). O presidente da Amsop e prefeito de Bom Sucesso do Sul, Nilson Feversani, também participou da reunião que elegeu o presidente e o vice da Comissão, e o vice-presidente da entidade e prefeito de Francisco Beltrão, Cleber Fontana, foi representado pelo secretário municipal de Meio Ambiente, Adriano David.

Ainda no encontro, os prefeitos debateram, com o  chefe do escritório regional do Instituto Água e Terra (IAT) de Francisco Beltrão, Dirceu Abatti, a exploração do cascalho para as estradas rurais e a respectiva licença ambiental e, na sequência, conheceram um projeto para transformar o lixo em gás e gerar energia elétrica a partir de um sistema térmico.

A intenção é de que os 42 municípios do Sudoeste participem de uma Parceria Público-Privada (PPP), que vai garantir a concessão dos aterros sanitários, coleta seletiva, triagem, compostagem e o processo de gaseificação dos resíduos sólidos. "Isso vai ser discutido com os demais municípios, nas próximas reuniões, mas acreditamos que existe uma boa viabilidade para o futuro da coleta de resíduos sólidos no Sudoeste", concluiu o presidente da Comissão e prefeito de Vitorino, Marciano Vottri.

MAIS NOTÍCIAS